Publicidade
Hard Seltzer continua em expansão e Coca-Cola anuncia que entrará no mercado da bebida alcoólica

Coca-Cola, a gigante multinacional do mercado de bebidas, anunciou em publicação que irá explorar o segmento de Hard Seltzers, uma categoria de bebidas carbonatadas de baixo teor alcoólico que mantém ritmo de crescimento meteórico nos EUA e está começando a chegar em outras regiões do mundo incluindo o Brasil.

As Seltzers tem formado um segmento que está atraindo de forma crescente diversos players, incluindo cervejarias de diferentes escalas no plano internacional, que buscam abocanhar um mercado em crescimento e maximizar sua capacidade comercial principalmente neste momento de crise atual onde a bebida conseguiu manter sua escalada de consumo nos EUA

Publicidade

A Coca-Cola entrará no segmento com uma extensão de linha da sua água com gás Topo Chico, famosa entre mixologistas devido sua utilização na preparação de coquetéis. O investimento está mirando inicialmente neste ano em mercados da América Latina e chegará a varejistas nos EUA em 2021 de acordo com publicação da Forbes.

O movimento da Coca-Cola mostra uma rara iniciativa da empresa de entrar na produção de bebidas alcoólicas, fato que ocorreu apenas pontualmente com bebidas experimentais ao redor do mundo.



Ex-executivo da AB InBev lança empresa de coquetéis em lata nos EUA

Leia mais:

Three Monkeys é a primeira cervejaria artesanal brasileira a investir em Hard Seltzers


Parece que o crescimento dos últimos anos, e que se manteve mesmo durante o isolamento social na América do Norte, com volume de vendas quadruplicados até junho de 2020 contra o ano de 2019 nos EUA de acordo com a Nielsen consolidou a decisão de entrada da gigante de refrigerantes no segmento.

A Coca-Cola se juntará a gigantes como a AB InBev, que tem utilizado uma extensão da marca Budweiser para o segmento nos EUA e criou uma marca totalmente nova chamada Isla para o mercado brasileiro, a White Claw que foca apenas no segmento de Seltzers e a Boston Beer (fábricante da Samuel Adams) que possui a marca Truly, uma das líderes nas vendas de Hard Seltzers nos EUA.

Além dos gigantes, uma série de microprodutores estão abraçando o crescimento dos Seltzers para buscar uma fatia de participação no crescente interesse do público na bebida, entre eles estão muitas cervejarias artesanais norte-americanas como Oskar Blues, Rogue Ales e Evil Twin que tem lançado suas interpretações da bebida.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas