Oca Cervejaria lança double Catharinas Sours com misturas de frutas e lactose

As Catharina Sours Ajubá e a Guapuru da Oca Cervejaria serão apresentadas ao mercado no dia 15 de fevereiro

Press Realease

Inovando mais uma vez, a Oca Cervejaria lançará neste mês a dupla Ajubá e Guapuru, duas double Catharinas Sours bem diferentes de todas as cervejas do estilo encontradas no mercado hoje.

Ambas vêm com a mesma base de receita, contudo a Ajubá tem adição de Manga, Maracujá e Banana e a Guapuru traz Jabuticaba e Amora.

Ao serem degustadas, elas trazem sabores extremamente complexos – devido às felizes misturas de frutas – e são bastante refrescantes. Contudo, devido à adição de lactose à receita, também possui um agradável dulçor e um corpo bem acentuado.

Elas possuem 7% de teor alcoólico e estarão disponíveis em latões de 473ml e em barris de chopes. A lista de bares onde será possível encontrá-las será anunciada no Instagram da marca (@ocacervejaria).


Leia mais:

O novo mercado da cerveja sem álcool chegou ao Brasil em 2019


Duvel Moortgat lança destilado de sua cerveja


Para apresentar ao mercado as incríveis Ajubá e Guapuru – nomes que significam, respectivamente, amarelo e jabuticaba na língua de algumas tribos indígenas – e aproveitar o clima delicioso de carnaval, a marca promoverá em parceria com o Empório Alto dos Pinheiros – EAP – um bailinho com marchinhas e brasilidades no dia 15 de fevereiro, a partir das 12h. O evento será aberto ao público.  

Sobre a Oca Cervejaria

Pautada pela biodiversidade e o multiculturalismo brasileiros, a Oca (@ocacervejaria) chegou ao mercado fazendo barulho no fim do ano passado. Ela traz influências das matrizes indígenas em seus rótulos e a brasilidade impressa em suas receitas, trazendo misturas inusitadas e incríveis de insumos tipicamente nacionais, como frutas (ou ingredientes que tragam aromas bastante frutados), tapioca e cumaru – semente conhecida como a baunilha da Amazônia -, entre outros.

E mais do que inspirar-se na brasilidade para criar suas receitas e rótulos, o fundador da Oca garante ter vindo para brincar e brincar com os sentidos dos consumidores, sim, mas também tornar a marca grande apoiadora da cultura que a deu vida. 

“Novos projetos e parcerias com organizações apoiadoras da nossa cultura estão por vir neste ano. Queremos aproximar cada vez mais a cerveja da nossa identidade, fazendo com que a Oca seja mais do que uma marca de bebidas artesanais, mas uma empresa que apoia a preservação das tradições culturais, a biodiversidade brasileira e o desenvolvimento sustentável do país”, afirma André Nóbrega, fundador da marca.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas