Pilsner Urquell lança novas embalagens que chegam ao Brasil

Pilsner Urquell atualiza design de suas embalagens e as deixa mais sustentáveis. Novas garrafas chegam ao Brasil.

A cerveja tcheca Pilsner Urquell, de propriedade da japonesa Asahi, realizou uma mudança em todo o seu sistema de embalagens que compreende garrafas e latas que são comercializadas globalmente através de exportações.

Com uma vasta gama de garrafas e latas, cada uma com diferentes rótulos e logotipos, e vários estados de necessidade do mercado, a Pilsner Urquell queria uma atualização de embalagem que trouxesse consistência global, reconhecimento premium e sustentabilidade.  

As tradicionais cores verde e dourado permanecem, mas o papel-alumínio e os adesivos plásticos foram retirados, substituindo os rótulos de papel das garrafas. Além disso, alguns novos elementos de design foram agregados a eles, enquanto o visual inovador valerá tanto para garrafas destinadas ao mercado interno quanto para aquelas destinadas ao exterior.

Com as mudanças todas as embalagens da Pilsner Urquell se tornaram 100% recicláveis. As novas garrafas da marca tcheca chegarão ao Brasil através da importadora Beertopia que possui a distribuição exclusiva da marca no país.


Leia mais:
cacildis
Cacildis: Grupo Petrópolis avalia crescimento nacional da marca


O que esperar do mercado de cerveja em 2021


“Acabamos com papel alumínio e plástico em todas as nossas garrafas. Para nossos clientes, isso pode parecer uma pequena mudança na garrafa, mas os benefícios ambientais dessa decisão são enormes.” comentou sobre a mudança de rótulos Václav Berka, chefe emérito da cervejaria.

A Pilsner Urqueel possui capacidade de produção superior a 2 milhões e meio de hectolitros por ano e tem apresentado crescimento de produção dos últimos anos baseado no aumento de interesse no mercado doméstico e numa estratégia de exportações principalmente para a própria Europa e para a Ásia.

No final de 2016 a Asahi, uma das maiores cervejarias do Japãp e uma das principais da Ásia, comprou a Pilsner Urquell que anteriormente era de propriedade da gigante AB InBev.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Publicidade
Publicidade

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação Tecnológica pela EQ/UFRJ e analista do mercado de cervejas.