“Crescimento meteórico da cerveja artesanal nos EUA acabou” declara a Brewers Association

Publicidade
Mercado de cerveja artesanal nos Estados Unidos migra definitivamente para um estágio de crescimento moderado de acordo com visão da Brewers Association.

A  Brewers Association  (BA) – a associação comercial que representa as cervejarias artesanais americanas pequenas e independentes (definidas aqui) – reportou em seu relatório sobre o primeiro semestre de 2023 que definitivamente o mercado para cervejarias artesanais nos EUA atingiu um estágio de maturidade.

Bart Watson, economista-chefe da entidade, responsável pelo relatório desejou expressar com essa avaliação que a a década de grande furor e crescimento acelerado do mercado passou, A avaliação reporta que a a década de grande furor e crescimento acelerado do mercado passou, mas que o período porvir ainda oferece oportunidade que estão presentes em canais e ocasiões ainda pouco explorados.

Continua após a Publicidade

Embora uma ligeira queda de 2% em vendas no acumulado do ano indique que os negócios estão difíceis no momento, ele acredita que há dias melhores pela frente para a cerveja artesanal, especialmente para segmentos específicos neste mercado. 

A avaliação de Bart Watson é que o negócio para cervejarias artesanais continuará crescendo nos EUA, mas a taxas bem mais modestas do que o que ocorreu ao longo dos anos 2010s, e que isso significa que o mercado de cerveja artesanal atingiu um patamar que e comum a outros segmentos presentes no país, deixando de ser um foguete de crescimento isolado.


Leia mais:

A ascensão da qualidade do lúpulo brasileiro


Ambev tem contratos de exclusividade limitados em todo o Brasil pelo Cade


Ao se detalhar dados de distribuição do sistema de monitoramento Circana, a venda de cerveja artesanal independente embalada caiu 3% numa comparação ano a ano, o que representou uma melhora do trimestre anterior onde a queda era de 9%.

Essa queda representa uma redução do interesse de distribuidores na cerveja artesanal, que estão enxergando melhores oportunidades, por exemplo, no mercado de drinks prontos, os chamdos Ready to Drink (RTD).

Vendas diretas na própria cervejaria, que favorecem negócios focados em hospitalidade como brewpubs a taprooms, apresentaram pequeno crescimento se demonstrando um segmento de oportunidade mais atraente.

Cerveja artesanal se tornou um mercado maduro nos EUA

Todo produto vendido aos consumidores tem um ciclo de vida. Na maior parte, existem 4 fases – introdução ou arranque, crescimento, maturidade e declínio. A fase de start-up ou desenvolvimento de produtos é marcada por um mundo repleto de incógnitas, inovação e presença de concorrentes. É aqui que a cerveja artesanal seria colocada durante a década de 1990 e início de 2000. Produtos que atendem às necessidades dos consumidores são adotados, enquanto outros ficam no esquecimento. Nesse caso, a cerveja artesanal é um conto de fadas para muitas marcas que surgiram há cerca de 20-30 anos.

Todo produto, o que pode ser expandido também mercados, tem um ciclo de vida, constituído de 4 fases (introdução, crescimento, maturidade e declínio).

No caso do mercado de cerveja artesanal dos Estados Unidos essa é uma trajetória iniciada há cerca de 40 anos que obteve 2 grandes momentos de crescimento, um nos anos 1990 e outro nos anos 2010. Neste último período, especificamente, o mercado apresentou resultados totalmente fora do normal com as microcervejarias chegando a ser o tipo de pequeno negócio com o maior índice de sucesso do país.

O número de cervejarias artesanais independentes ativas nos nos EUA chegou a 9.336 em junho de 2023, com o número total de cervejarias chegando a 9.456, sendo que eram menos de 50 na década de 1970. Neste mercado em maturação, o crescimento explosivo dos anos anteriores diminuiu gradualmente, mas as aberturas continuam a ultrapassar ligeiramente os fechamentos, e os cervejeiros estão a alcançar sucesso em nichos onde ainda podem ter sucesso.

Essa desaceleração do mercado de cerveja artesanal fez com que grandes cervejarias, que haviam adquirido pequenas cervejarias na última década, se desfizessem desses negócios parcialmente ou totalmente para buscar oportunidades de maior crescimento.

Crescimento ainda é possível mas precisa de novos caminhos

No geral, os cervejeiros artesanais continuam a enfrentar dificuldades econômicas, tanto nas frentes empresariais como de consumo. Do ponto de vista empresarial, os custos dos empréstimos continuam a aumentar e, embora os aumentos dos custos de produção tenham estabilizado, permanecem elevados em relação aos níveis anteriores. Entretanto, cada vez mais evidências mostram que a inflação está a desgastar a capacidade de compra dos consumidores e a diminuir as suas poupanças, e o reinício iminente dos pagamentos de empréstimos estudantis neste outono poderá ter impacto no poder de compra dos consumidores durante a segunda metade do ano.

“O otimismo está no horizonte, uma vez que a pesquisa de meio de ano mostra esperança de melhores tendências no futuro”, refletiu Bart Watson, economista-chefe da Brewers Association. “Coletivamente, a cerveja artesanal ainda precisa de novas ideias e novas estratégias para ir além do nosso normal atual, que é um ambiente de crescimento lento. A demanda por artesanais não vai desaparecer e há muitas oportunidades de crescimento em novos canais, ocasiões e clientes.”

A cerveja artesanal dos EUA, como indústria em geral, entrou agora no que pode ser chamado de estágio de maturidade do ciclo de vida. Isso não significa que “a bolha estourou” mas que o jogo nesse mercado se tornou de crescimento mais lento e complexo.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Publicidade
Publicidade

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação Tecnológica pela EQ/UFRJ e analista do mercado de cervejas.