Infográfico: Market share de vendas de cerveja no Brasil em 2019

market share cerveja brasil 2019
Market share de cerveja no Brasil, publicados pelo Valor Econômico, mostram ascensão do Grupo Petrópolis e Heineken sobre a Ambev no mercado brasileiro

O market share de vendas de cerveja no Brasil tem se movido de forma gradual e contante recentemente. De acordo com publicação do Valor Econômico, utilizando dados reportados pela empresa de inteligência de mercado Nielsen, a gigante Ambev perdeu 2,3% de sua parcela no mercado de cerveja no Brasil ao longo de 2019.

As principais concorrentes da Ambev, a também multinacional Heineken e o Grupo Petrópolis, juntamente com marcas independentes abocanharam essa parcela do percentual.

Publicidade

De acordo com os dados, o Grupo Petrópolis e Heineken cresceram seu market share de cerveja em 0,6% e 0,9%, respectivamente entre dezembro de 2018 e dezembro de 2019.

O grupo Petrópolis teve seu avanço creditado principalmente pela elevação de consumo da família Petra, a marca que mais cresce do portfólio da cervejaria. A estratégia da Petrópolis foca em oferecer a opção com preço mais competitivo dentro das categorias em que participa, inclusive no segmento premium.


Leia mais:

Mercado de cervejas premium cresce e ganhas novas dinâmicas no Brasil


Como cervejarias utilizam o Instagram em estratégias de marketing


Já a Heineken, de forma diferenciada, cresce mesmo ao se posicionar como o maior preço do segmento premium com o seu carro-chefe, onde começa a se firmar como a referência do segmento premium. Ao mesmo tempo a multinacional holandesa tem enfrentado uma série de disputas judiciais com a Coca Cola, referentes a direitos de distribuição e ao modelo de aquisição da Brasil Kirin em 2017.

Microcervejarias artesanais e produtores locais mais tradicionais tiveram sua fatia de mercado ampliada de 3,5% para 4,5% de acordo com a Nielsen, um movimento que tem avançado de forma constante nos últimos anos.

Poder de fogo da Ambev tem mirado em outros segmentos de bebidas

Enquanto a Ambev vê seu principal mercado, o de cerveja, numa disputa cada vez mais acirrada no Brasil a gigante parece aproveitar sua capacidade de marketing e capilaridade de distribuição para aumentar seu poder de fogo em outros segmentos do mercado de bebidas.

Especificamente no segmento de bebidas alcoólicas a Ambev têm ampliado as opções de da família Skol Beats que contemplam uma série de bebidas alcoólicas mistas, sendo que no início desse ano incluíram nestas opções uma nova tendência ainda pouco explorada no Brasil mas já tendência em outros mercados, o de drinks prontos em lata.

Skol Beats GT é uma das novas apostas da Ambev

O investimento neste nicho foi realizado com o lançamento da Skol Beats GT, um drink pronto baseado na clássica combinação Gin e Tônica. Em diversas partes do EUA e Europa este segmento tem sido alvo de investimento de pequenos e grandes produtores.

Adicionalmente, a Ambev também está trazendo para o Brasil a marca Mike´s Hard Lemonade (uma combinação de vodka com limão) e Mike´s Hard Sparkling Water (uma hard seltzer) e criando uma marca nova chamada Isla para este segmento no mercado nacional, ampliando seu portfólio chamado internacionalmente de “além da cerveja” no Brasil

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas