ZX Ventures, braço de inovação da AB Inbev, completa a compra do site Rate Beer

Publicidade
Após um investimento inicial realizado em outubro de 2016, a ZX Ventures finalizou a compra total do do website de avaliação de cervejas.

A ZX Ventures, braço de venture capital da AB Inbev utilizado para aquisição e gestão do portfólio de inovação da companhoa, finalizou a compra do resto do site de avaliação de cervejas RateBeer.com.

Os termos financeiros envolvidos não foram revelados. A ZX Ventures havia feito um aporte inicial no site em outubro de 2016.

Leia também: Flagship February – Campanha pretende salvar cervejas americanas tradicionais da extinção

Segundo a empresa o site continuará operando de maneira independente e o sistema de avaliação de cervejas permanecerá inalterado.

Publicidade

O co-fundador do RateBeer Joe Tucker declarou que o investimento inicial permitiu que o site moderniza-se sua estrutura de código e melhorasse seus servidores e web hosts. Adicionalmente o investimento também permitiu o desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis. Os próximos objetivos são que o RateBeer participe do desenvolvimento de uma plataforma de e-commerce na Austrália.

Objetivos da AB Inbev com o RateBeer

Um dos grandes trunfos que o RateBeer proporciona ao conglomerado AB Inbev é o acesso a dados de avaliação de cerveja que certamente auxiliam a tomada decisões estratégicas da empresa no ambiente do mercado de cervejas artesanais com a utilização de Big Data.

A conexão direta do site com plataformas de e-commerce permitirá adicionar conveniência pra aquisição de produtos online, de forma a enriquecer digitalmente a cadeia da empresa e apoiar toda a capilaridade de distribuição que a AB Inbev já possui.

O início desse projeto na Austrália mostra claramente o desejo de utilizar um mercado piloto como fonte de aprendizado para expansões futuras.

No investimento inicial no RateBeer em 2016, algumas cervejarias americanas como Dogfish Head e Karl Strauss questionaram a natureza imparcial do site e pediram para que seus produtos fossem retirados da base de dados. Nesta época também houve uma perda no número de usuários, que foi recuperada nas semanas seguintes de acordo com a empresa