AB Inbev adquire a Platform Beer Co., sua 11ª cervejaria artesanal nos Estados Unidos, após um hiato de 2 anos sem aquisições neste segmento

Depois de um período de dois anos desde a aquisição da cervejaria Wicked Weed em 2017, quando a empresa parecia afirmar que sua série de aquisições havia acabado, a Anheuser-Busch InBev comprou outra cervejaria artesanal regional americana nesta quarta-feira. Desta vez, é a Platform Beer Co., de Ohio, que preenche outra lacuna no mapa de cervejas artesanais da AB InBev, em termos de um caminho para o domínio regional.

A empresa passará a fazer parte do segmento “Brewers Collective” da AB InBev, que parece ter substituído a divisão “High End” anterior como órgão regulador das cervejarias artesanais adquiridas pela empresa. Esta é a décima primeira aquisição de uma cervejaria artesanal nos Estados Unidos (contando com outras em diversos países), que também incluiu nomes como Goose Island , Golden Road, Devil’s Backbone, Karbach, Elysian, 10 Barrel, Blue Point. , Wicked Weed e muito mais.

A trajetória da Platform Beer CO.

A Platform foi fundada em Cleveland em 2014 pelos “empreendedores locais” Paul Benner e Justin Carson, e em pouco tempo se concentrou na rápida expansão de sua área de atuação. Em seu primeiro ano, a Platform produziu 11.400 litros de cerveja. Ela produziu 820.000 litros em 2016 e saltou para 2.350.000 litros em 2017.

“Estamos orgulhosos do crescimento que temos visto desde a nossa abertura em 2014. É difícil acreditar que, há alguns anos, estávamos produzindo lotes em um sistema de três barris (350 litros)”, disse Paul Benner, co-proprietário da Platform, em 2017 quando a cervejaria foi considerada uma das de crescimento mais acelerado no mercado norte-americano.

Os produtos atuais incluem de tudo, desde sours e sidra até “ales, cervejas envelhecidas em barril e uma linha de hard seltzers. A empresa opera nada menos que quatro instalações diferentes: um tasting room e uma cervejaria separada em Cleveland; uma sala de degustação em Colombo; e uma cafeteria e sala de degustação de Cincinnati chamada “LOCOBA”. Uma quinta locação está a caminho como resultado da aquisição, uma unidade de produção de sours chamada de Phunkenship .

Leia também:Dogfish Head e Boston Beer se fundem num negócio de R$ 300 milhões

A cervejaria de Cleveland provavelmente será utilizada como mais uma unidade de produção estratégica das marcas do conglomerado, onde cada fábrica vira um ponto de fabricação de produtos para serem mais competitivos numa determinada região.

A volta das aquisições de cervejarias pela AB Inbev nos EUA

A Anheuser-Busch investiu mais de US $ 130 milhões nos últimos três anos na aquisição de cervejarias artesanais, já que as vendas globais de cerveja, especialmente as principais marcas nacionais, caíram em todo o país. A Brewers Association, que representa cervejarias artesanais, informou que as vendas totais de cerveja caíram 1% no ano passado, enquanto as vendas de cervejas artesanais cresceram 4%.

As cervejarias artesanais compradas pela Anheuser-Busch têm enfrentado uma forte reação de muitos entusiastas de cerveja artesanal e daqueles dentro da indústria. A Platform recebeu críticas semelhantes depois que o acordo foi anunciado, com algumas pessoas nas mídias sociais lamentando a perda de uma cervejaria independente e outras prometendo não mais apoiar a cervejaria.

“Eu não sou ingênuo”, disse Benner. “Estou nesta comunidade. Eu sei que alguns da comunidade não aprovam a decisão que tomamos. Mas isso não muda nosso nível de confiança em saber que é a decisão certa para nós. Estamos tentando construir uma cervejaria que durará por décadas e deixará um legado nas comunidades em que operamos.”

Leia também:AB Inbev adquire sua primera marca de destilados artesanais nos EUA

Com a aquisição a Platform perde seus status de cervejaria independente não figurando mais entre as afiliadas da nacional Brewers Association, bem como da sua associação regional de cervejarias em Ohio.

O presidente da Brewers Collective, grupo de artesanais da AB Inbev nos EUA, Marcelo “Mika” Michaelis disse que está sempre em busca de potenciais marcas de artesanal para adquirir.

Michaelis disse que comprou algumas cervejas da Platform em Nova Iorque, onde o design simples chamou sua atenção entre outras cervejas na prateleira. Um deles era a LED da Platform, uma american lager.

“Eu amei as cervejas que eles fazem e comecei a investigar mais”, disse Michaelis. “Eu descobri que a cervejaria era de Ohio. É uma cervejaria premiada, e Ohio é um estado importante para nós. Como um estado de topo para a AB, e com a cena de artesanal emergente acontecendo aqui em Ohio, começamos a pensar que poderia ser uma cervejaria interessante para nós conversarmos. “

Os valores envolvidos na aquisição da Platform pela AB Inbev não foram revelados

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Analista de comercialização e logística, sommelier e especialista em marketing de cerveja.