AB InBev construirá 15 microcervejarias na maior rede de hotéis do sudeste asiático

A multinacional AB InBev criará uma cadeia de microcervejarias em parceria com a maior rede indiana de hotéis.

A Ásia se tornou uma região fundamental para o crescimento da gigante AB InBev, onde ela acredita estar boa parte do faturamento que possibilitará a amortização da dívida de 100 bilhões de dólares adquirida pela multinacional devido a aquisição da SAB Miller em 2016.

Mais um movimento estratégico da companhia na região foi anunciado na última semana para divulgar um plano de parceria do conglomerado com a The Indian Hotels Company Limited (IHCL) – a maior empresa de hospitalidade da Índia – para abrir 15 cervejarias na cadeia de indiana de hotéis. As aberturas ocorrerão até 2024 e serão lideradas pela ZX Ventures, braço de inovação da AB InBev que tem atuado cada vez mais em projetos de curto de prazo.

A perspectiva de crescimento do mercado de cerveja asiático tem atraído não só a maior cervejaria do mundo como também outras companhias com expectativa de alcançar uma fatia deste público.

A AB Inbev possui 13,5% de market share na Asia, atrás apenas da China Resoucers Beer (que teve 40% de suas ações adquiridas pela Heineken em 2018). Outros players internacionais têm atuado intensamente na região como as espanholas Mahou San Miguel e o Grupo Damn e até das artesanais americanas Stone e Brooklyn.

Em específico no mercado chinês a marca Budeweiser, um dos carros-chefes da multinacional tem se apresentado bem, dentro da estratégia internacional da empresa de destacá-la como uma cerveja de maior valor agregado do que é considerada dentro dos EUA, de forma que a marca já é mais consumida na China do que na América.

Leia também:AB InBev: Segmento High End é principal motor de crescimento da nossa companhia

O movimento da AB InBev relacionado ao mercado indiano faz bastante sentido, dado que a companhia não se encontra nem entre as 10 primeiras produtoras de cerveja do sudeste asiático, segundo a publicação do site da CNBC.

Recentemente a multinacional teve êxito na realização de um IPO de sua unidade da Ásia-Pacífico em Hong Kong, que havia sido precedido por um fracasso na tentativa desta mesma operação em julho e a venda de sua unidade australiana (Carlton United Breweries) para o grupo japonês Asahi por 11,3 bilhões de dólares.

Ainda que o movimento de abertura de microcervejarias na rede de hotéis indianos não gere todos os bilhões em vendas necessários para que a empresa elimine sua dívida, ele demonstra que a companhia mantém ativa a pegada de construção de suas marcas numa escala internacional e enxerga a Ásia como parte fundamental disso.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Analista de comercialização e logística, sommelier e especialista em marketing de cerveja.