Brasil ganha primeiro livro sobre direito, negócios e cervejarias artesanais

livro advogado cervejeiro

Foto: Divulgação

Publicidade
Livro que trata sobre questões legais específicas do mercado de cerveja artesanal é lançado com organização de André Lopes do canal Advogado Cervejeiro

Qual é a diferença entre cervejaria cigana e contract brewing? É preciso registrar receitas de cerveja? Quais são os impactos da reforma trabalhista para quem trabalha e quem emprega no mercado cervejeiro? Afinal, como se calcula o temido ICMS-ST?
O Direito para o Mercado da Cerveja esclarece estas e outras dúvidas nebulosas, porém comuns, tanto nos círculos cervejeiros como nos jurídicos.

Conforme o mercado de cervejas artesanais vai crescendo no Brasil formado por uma grande rede de pequenos empreendedores, que já possuem uma presença a nível nacional, mais demonstrações do amadurecimento gradual deste mercado começam a aparecer. Uma delas é o lançamento do livro Direito para o Mercado da Cerveja.

Publicidade

O advogado André Lopes lança em 11 de agosto o livro Direito para o mercado da cerveja. A obra analisa os possíveis erros e guia os melhores caminhos para quem empreende no setor que tem crescido média de 30% ao ano no Brasil.

Temas como formação de sociedades, expansão dos negócios, encerramento das atividades, propriedade intelectual, rotulagem, publicidade, direito trabalhista e planejamento tributário estão contempladas nas 312 páginas editadas pela Krater. A venda será feita de forma digital pelo link https://bit.ly/32MePyc, ao valor de pré-venda em R$ 45 até 10 de agosto e, após o lançamento, a R$ 54,90, com envio do exemplar para todo o Brasil.


Leia mais:

Brewpub mostra a importância de flexibilidade para chegar até o público


Latas ganham espaço em brewpubs, tendência que deve durar


Lançamentos como esse são fundamentais para reduzir a curva de aprendizado tanto para entrantes quanto para profissionais já atuantes, fazendo com que negócios se apoiem sobre conhecimento já desenvolvido sobre o mercado de cerveja artesanal nacional.

Escrito por quatro juristas com ampla experiência na interseção entre as duas áreas – sendo dois deles inclusive sommeliers de cervejas –, este livro analisa o mercado cervejeiro pelo prisma de diferentes especialidades jurídicas: Direito Civil, Comercial e Empresarial; Direito Trabalhista; e Direito Tributário. Os autores concluem a obra com uma síntese de suas ideias, apontando algumas perspectivas para o futuro, e oferecem recursos complementares com utilidade prática para profissionais do Direito e da cerveja.

André é idealizador do Advogado Cervejeiro, e sócio do escritório Lopes, Verdi & Távora, que se especializou em atender demandas do mercado de produção de cerveja artesanal no Brasil. São coautores da obra os advogados Cristiano Távora, Vinicius Verdi e Elisabeth Bronzeri.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas