Cervejaria artesanal Firestone Walker lança projeto pensando no futuro

Publicidade
No ano de comemoração de seus 25 anos, cervejaria Firestone Walker lança projeto para preparar seu posicionamento nas próximas décadas

A cervejaria artesanal norte-americana Firestone Walker revelou que deu início a um projeto para construir os pilares da estratégia que levarão a cervejaria à frente no futuro.

No ano que marca seus 25 anos, a cervejaria da Califórnia que faz parte do grupo belga Duvel Moortgart, está reforçando o comprometimento com suas ações de sustentabilidade que ajudarão a definir suas cervejas nas próximas décadas.

Continua após a Publicidade

Nos últimos anos, a Firestone Walker silenciosamente intensificou seus esforços de sustentabilidade fortalecendo sua visão de que isto terá um papel crítico para sua relevância dentro do mercado. 

Essas iniciativas deram um grande passo à frente no início deste ano com o lançamento do novo painel solar de 9,7 acres da cervejaria, que é um dos maiores painéis solares na indústria de cerveja artesanal dos Estados Unidos.


Leia mais:

Lagunitas lança sua primeira IPA sem álcool


O que esperar do mercado de cerveja em 2021


“Após 25 anos, ainda acreditamos que podemos construir uma cervejaria do futuro”, declarou o cofundador Adam Firestone numa publicação oficial da marca sobre o projeto.

Combinando inovação com sustentabilidade

O novo painel solar da Firestone Walker garante que a maior parte da cerveja da cervejaria agora seja feita com o sol da Califórnia. A matriz compensa mais de 3.000 toneladas métricas de emissões de carbono anualmente, igual ao carbono sequestrado por 4.220 acres de florestas maduras.

“A Costa Central da Califórnia tem sido nosso lar por algumas gerações – temos afeição por este lugar e sentimos a obrigação de tratá-lo da melhor maneira que pudermos”, disse o co-fundador da cervejaria David Walker. 

Os esforços de sustentabilidade da Firestone Walker também incluem práticas de conservação em larga escala. Por exemplo, os sistemas de recuperação avançados agora permitem que o vapor da brassagem seja capturado e reutilizado para aquecer o mosto na produção de cerveja, reduzindo ainda mais o uso de gás natural e eletricidade. 

A água utilizada no processo da cervejaria é tratada e devolvida ao aqüífero local. A Firestone Walker também usa equipamentos especializados, sistemas em loop e estratégias de engenharia para conservar e reutilizar água dentro da sua unidade.

“Os fabricantes de cerveja procuram conservar energia há séculos”, diz Firestone. “A mentalidade não é nova, mas agora temos ferramentas e tecnologias para obter ganhos como nunca antes.” comentou Walker sobre as inovação nos processos.

Adicionalmente, os cereais utilizados ​​no processo de fermentação são convertidos em ração para o gado local. Tanques aposentados e outros equipamentos aposentados são reaproveitados em itens utilizáveis, como assentos no restaurante da cervejaria.

As comemorações dos 25 anos da Firestone Walker

Iniciada em 1996 por dois cunhados, a Firestone Walker começou com a aquisição de equipamentos de segunda mão de um ferro-velho em Los Angeles, a cervejaria foi construída num galpão da fazenda de produção de vinhos da família, um mercado em que já atuavam.

Além de construir a própria fábrica a Firestone Walker teve um trabalho grande na própria construção do mercado consumidor de cervejas artesanais na Califórnia, estado que na época não possuía suas mais de mil microcervejarias operando como atualmente.

“Estávamos construindo uma marca e tentando criar uma categoria ao mesmo tempo. A maioria das pessoas não tinha ideia do que eram cervejas com sabor e co. Os fornecedores de equipamentos e matérias-primas não estavam preparados para fornecer para ‘microcervejarias’, então tudo de que precisávamos para fazer cerveja parecia um ‘pedido especial’. E as grandes cervejarias internacionais tiveram um controle mortal sobre nosso acesso ao mercado. Tudo isso foi resolvido com inteligência e determinação. ” analisa David Walker sobre a trajetória da marca.

Construindo um portólio dealta qualidade ao longo dos anos, em 2015 a Firestone Walker chamou atenção do grupo belga Duvel Moortgart que realizou a aquisição da cervejaria que passou a compor um portfólio com outras cervejarias que a centenária marca europeia possui nos EUA.

Atualmente a Duvel Moortgart USA é a quarta maior cervejaria artesanal presente nos Estados Unidos de acordo com a Brewers Association.

As inovações de produtos da Firestone Walker farão parte da sua comemoração de 25 anos com destaque para criações de cervejas selvagens do programa Barrelworks da Firestone Walker, e do programa Vintage de cervejas envelhecidas em barril. 

Produtos da Firestone Walker chegam ao Brasil através de importação da Interfood que desde maio do ano passado traz cervejas da marca para o país.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Publicidade
Publicidade

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas