Pubs reabrirão na Inglaterra com funcionamento longe do tradicional

Bares e restaurantes ingleses serão liberados para operação com série de regras que permitam distanciamento entre as pessoas

O primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson anunciou a liberação de pubs, restaurantes, cafés e outros negócios da indústria de hospitalidade para o funcionamento a partir de 4 de julho. Esses estabelecimentos estavam fechados desde 20 março.

O retorno, porém, ocorrerá com uma série de restrições com objetivo de reduzir a propagação da pandemia do novo coronavírus.

Publicidade

Entre as restrições estão alterações nos padrões de turno, serviço obrigatório de mesa e oferta de sanitizante para as mãos. Adicionalmente os clientes deverão fornecer informações pessoais para o estabelecimento permitindo a ações de rastreamento de contatos de acordo com o histórico de visitantes, caso haja a comprovação de alguém testar positivo para o vírus.

As medidas que estão permitindo a abertura de bares segue um período onde era necessário o distanciamento de 2 metros entre pessoas na Inglaterra, distância que está sendo reduzido agora para um metro.


Leia mais:

Brewdog revela planos de adequação de sua redebares


Maniacs cresce até 20% no Off Trade durante a crise com estratégia específica para o canal


Alguns negócios do segmento de bares e restaurantes já haviam de forma antecipada tornado públicas políticas internas direcionadas para a redução de risco de contágios nesses ambientes, conforme medidas de isolamento social fossem relaxadas, como por exemplo a cervejaria e operadora de pubs Brewdog.

As propostas de estabelecimentos contemplam utilização de aplicativos de smartphone para a realização de pedidos e redesenho do fluxo de pessoas para reorganizar a circulação nos ambientes

Apesar das medidas de relaxamento, as autoridades do Reino Unido avisam que ordens de fechamento de estabelecimentos podem retornar de acordo com a retomada de crescimento do número de casos.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas