Pesquisa revela que quase metade das cervejarias do Paraná podem fechar até o fim do ano

Pesquisa da Procerva mostra que quase metade das cervejarias paranaenses pesquisadas podem fechar devido a crise do novo coronavírus

A associação de cervejarias artesanais do estado do Paraná, a Procerva, divulgou um levantamento sobre os impactos da crise do novo coronavírus sobre as microcervejarias locais através de publicação da Gazeta do Povo.

O levantamento revelou perspectivas preocupantes, uma vez que praticamente metade dos 39 empreendedores avaliados comunicaram que podem fechar suas cervejarias até o final do ano caso o cenário da crise atual permaneça.

Publicidade

O estado do Paraná possui 131 cervejarias registradas, de acordo com os últimos dados do MAPA, de forma que o número de respondentes do levantamento representa menos de um terço das empresas.

Por outro lado, revelam o sentimento de uma faixa de grande porte comercial para o segmento artesanal, uma vez que a média de volume vendido por essas cervejarias era próxima de 800 mil litros por mês e o mesmo apresentou queda de cerca 80%.


Leia mais:

Petroleum é Nosso – Filme relata a evolução do mercado de cerveja artesanal no Brasil


Como a cervejaria americana Trillium adapta seu taproom para operação online


A queda no volume comercial impactou diretamente o faturamento dessas cervejarias. Algumas chegaram a ter suas receitas contraídas em até 81%

Em maio de 2019 uma outra pesquisa da Procerva revelou em detalhes o perfil do mercado para microcervejarias no estado do Paraná, e naquele momento apenas 11% dos entrevistados comercializava produtos através de supermercados, o canal de vendas menos impactado atualmente entre as alternativas perguntadas à época.

Os dados revelados agora parecem mostrar a grande dificuldade que estes modelos de negócio enfrentam para encontrar em outros canais a receita para manter as cervejarias ativas.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas