Como a Trillium está adaptando seu taproom para o online

A cervejaria americana Trillium, famosa entre aficionados por cerveja artesanal, tem trabalhado para transformar seu taproom num negócio online.

Pequenas cervejarias artesanais pelo mundo tem tentado encontrar formas de se manter produtivas enquanto a crise sanitária do Covid-19 demanda isolamento social das pessoas, onde cervejarias com vendas diretas baseadas em brewpubs e taprooms apresentam uma dificuldade adicional por não possuírem flexibilidade para atingir canais de distribuição além de seus próprios locais.

A renomada cervejaria americana Trillium Brewing se encontra neste grupo e tem trabalhado num modelo adaptado ao cenário atual para manter seu negócio ativo em meio às restrições necessárias para controlar o crescimento da pandemia.

Publicidade

A Trillium, em um pouco mais de 6 anos, se transformou em uma grande referência de cervejas New England IPAs com reconhecimento internacional partindo de um pequeno taproom em Boston nos EUA.

Com a necessidade de manter seus taprooms fechados a Trillium passou a manter a maior parte do seu negócio a partir da coleta de produtos sem contato na sua cervejaria. Porém há uma quantidade relevante do público mais afastado que não pode ir até o local.


Leia mais:

Petroleum é Nosso – Filmes para entender o mercado de cerveja


Brewdog revela nova identidade visual para continuar expansão mundial


A partir disso foi desenvolvido o Trillivery, um sistema onde a cervejaria oferece entrega sete dias por semana, com caminhões Trillium indo para uma parte diferente do estado em dias diferentes.

Tanto pedidos para coleta na calçada quanto para entrega podem ser feitos no site da Trillium Brewing sete dias por semana e usa um sistema de cardápio online como forma de gerenciamento. Os pedidos de entrega podem ser feitos das 9h às 13h (ou até esgotarem) apenas no dia anterior à entrega dos mesmos que serão destinados a uma região específica do estado.

O modelo desenvolvido pela cervejaria, que comunica de forma contínua onde realizará entregas no dia seguinte através dos Instagram, ajuda a racionalizar o esforço de distribuição para otimizar a logística de transporte. Para auxiliar o público, a cervejaria oferece uma opção de cadastro para alertar que estará em sua região em determinada data.

As postagens da Trillium comunicam o produto e a região do estado onde realizará entregas

Os pedidos de retirada não têm um mínimo e podem variar de um único pacote de quatro latas a algumas caixas. Não há custo adicional para entrega em domicílio. No entanto, o pedido mínimo para entrega é de uma caixa de 24 latas.

O sistema desenvolvido pela cervejaria tem evoluído e atingido mais áreas do estado e mostra que na crise atual brewpubs e taprooms com marcas desenvolvidas para alcançar maior engajamento tendem a encontrar demanda mesmo com os obstáculos provocados pela momento.

O modelo, apesar de fundamental para manter a cervejaria ativa, gera também uma série de desvantagens por vincular a operação a custos maiores de embalagens, envase e distribuição para os quais o negócio não foi dimensionado.

As circunstâncias que trouxeram a necessidade do serviço de entrega não são ideais, mas deram à Trillium a chance de ajudar a distribuir sua cerveja a clientes que normalmente não fazem a viagem até seus taprooms e estão oferecendo a possibilidade da cervejaria de conhecer dados de procura por sua cerveja em locais mais distantes.

“Temos uma presença internacional e somos bem conhecidos por nossa cerveja. Um dos benefícios das transações online tem sido conhecer onde há locais na região com bolsões de interesse nas nossas cervejas”, declarou o diretor de marketing da Trillium, Mike Dyer ao site local Mass Live sobre a experiência.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas