Veja todos os rótulos da Sierra Nevada Pale Ale que comemora 39 anos

Sierra Nevada Pale Ale, rótulo carro-chefe da Sierra Nevada Brewing Co, faz aniversário tentando se manter relevante num mercado cada vez mais movido a novidades

Em novembro de1980, Ken Grossman e Paul Camusi, sócios fundadores da recém criada Sierra Nevada Brewing Co na Califórnia, fabricaram a sua segunda cerveja (a primeira havia sido uma Stout) sem imaginar que esta se tornaria um dos maiores ícones do mercado de cervejar artesanal norte-americano.

Nascia a Sierra Nevada Pale Ale, resultado de 11 tentativas para arredondamento da receita, que se tornou uma das cervejas mais influentes dos EUA, se consolidando com uma referência do estilo da Costa Oeste americana e atualmente responde por 40% das vendas da cervejaria.

No decorrer das suas mais de três décadas o rótulo passou pelas diversas fases do mercado norte-americano. Desde de quando a Sierra Nevada era uma das poucas microcervejarias existentes no EUA até as atuais mais de 7 mil fábricas.

Os rótulos da Sierra Nevada Pale Ale ao longo dos seus 39 anos

Com isso a dinâmica onde está inserida icônica Pale Ale passou de um momento inicial onde o mercado para artesanais era praticamente inexistente para o momento atual onde existem investimentos vultosos de grandes cervejarias e microcervejarias se multiplicam rapidamente e muitas delas lançando novidades numa velocidade descomunal.


Leia também:

Sierra Nevada adquire cervejaria que foca em consumidores com estilo de vida esportivo


Os desafios atuais da Sierra Nevada Pale Ale

A caminhada da Sierra Nevada ao longo desses anos a transformou numa gigante do mercado artesanal, sendo a 10ª maior cervejaria independente do ranking da Brewers Association em 2018, porém um desafio para a cervejaria da Califórnia tem sido lidar com a queda em vendas da Pale Ale que caiu 7% no mesmo ano.

“A Pale Ale ainda está lá, mas hoje há 50 taphandles quando antes costumava haver apenas dois ou três, com isso seu giro de vendas naturalmente diminui”, declarou o CEO atual da Sierra Nevasa Joe Whitney ao portal Bevnet em abril de 2019.

Para complementar seu portfólio visando um maior crescimento um dos investimentos da Sierra Nevada foi investimento em estilos de alto crescimento nos EUA com a Mexican Lager Sierraveza e principalmente a New England IPA Hazy Little Things, que já está entre as IPAs mais vendidas em lojas de varejo do país.


Leia também:

Uma história ilustrada do mercado de cerveja artesanal nos EUA


Adicionalmente, num movimento bem mais ousado e revelador, a Sierra Nevada adquiriiu em 2019 sua primeira cervejaria artesanal, a também californiana Sufferfest que foca em cervejas funcionais e com um apelo de marca para consumidores com estilo de vida ligado a esporte e bem-estar.

Sierra Nevada Pale Ale e suas novas companheiras de portfólio

Voltando a Sierra Nevada Pale Ale, o carro-chefe da californiana está recebendo um esforço em que correspondem a 75% dos 10 milhões de dólares destinados a publicidade da empresa. um nível investimento nunca antes verificado na história do rótulo, visando colocá-lo novamente numa trajetória de crescimento.

Com isso a Sierra Nevada encara o desafio de comunicar para seus distribuidores a importância de uma cerveja que transmite qualidade, confiança e possui uma história singular na transmissão do valor da independência das microcervejarias norte-americanas.

“Precisamos realizar um melhor trabalho em comunicar quem nós somos, no que acreditamos e o que nós fazemos” completou Whitney na publicação. Cabe verificar em 2020, após estes esforços, como foi o desempenho da Pale Ale num mercado cada vez mais distante de seu quase mítico lançamento em 1980.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Analista de comercialização e logística, sommelier e especialista em marketing de cerveja.