Startup Brewing quer ser a referência para ciganos em São Paulo

Investindo em escala, diferenciais de tecnologia e valor agregado ao negócio Startup Brewing de Itupeva (SP) oferece competitividade para ciganos

Um dos grandes desafios de cervejarias que pretendem enfrentar as prateleiras de pontos de venda, em especial de grandes estabelecimentos, está em chegar com qualidade e preços competitivos nesses ambientes.

A paulista Startup Brewing, inaugurada em junho de 2018 na cidade de Itupeva, têm entre seus objetivos apresentar caminhos para superar essa barreira, não só para seus próprios produtos como para as cervejarias que terceirizam a produção em sua unidade.

Para que a superação destes obtáculos seja possível a cervejaria têm investido em ganhos de escala, tecnologia e estruturação de estratégias de modelo de negócios.

Junto às suas marcas próprias constituídas pelas linha de entrada Unicorn e a mais complexa UX Brew a cervejaria já conta com a produção das marcas Juan Caloto, Perro Libre e Dogma num modelo contratual e outras ciganas de forma pontual.

Numa conversa recente, Ricardo Tomasi, um dos sócios da Startup, comentou sobre os planos e desenvolvimento da empresa.

Capacidade, tecnologia e valor agregado são as apostas da Startup

A Startup entende que produzir de forma competitiva para o mercado de prateleiras requer obrigatoriamente investir em ganhos de escala. A fábrica, que possui capacidade de 120 mil litros por mês, atingiu recentemente mais de 90 mil litros produzidos mensalmente, mas possui como meta se expandir e chegar a 200 mil litros.

Para que a busca de escala não comprometa os riscos inerentes a experimentação, a cervejaria decidiu por agregar um sistema de brassagem complementar para produções diferenciadas.


Leia mais: Hocus Pocus já produz 100% de suas cervejas em sua nova fábrica


“Nossa sala de brassagem principal possui 2 mil litros, investimos na aquisição de uma de 250 litros para que seja permitida a flexibilidade necessária para produções mais experimentais” comenta Tomasi.

Outro fator destacado em relação a unidade de produção foi a qualidade diferenciada dos equipamentos e a tecnologia disponibilizada para o controle do processo.

“Nossos tanques de processo foram projetados sob demanda e isso nos propicia melhores recuperações nas receitas, o que gera maior rentabilidade já percebida pelos nossos parceiros. Meus sócios têm anos de experiência no mercado de tecnologia e com isso investimos num aplicativo que permite monitorar de forma remota a evolução de variáveis da produção”.

No envase a escolha da cervejaria foi pelo foco em latas, através de envasadora dedicada ao formato com capacidade de 4 mil latas por hora. A embalagem agrega diferenciais na eficiência logística além de oferecer maiores taxas de reciclagem efetiva.

Adicionalmente, a Startup também investiu em capacidade para maturação em barris, tendo uma das maiores caves para armazenamento de cerveja em barris sob temperatura controlada do Brasil. “Nossa cave tem capacidade de armazenamento de 120 barris de 220 litros cada” revela Tomasi.

A estratégia de marcas da Startup Brewing

A Startup se coloca como uma aceleradora de cervejarias ciganas, onde de forma negociada ela oferece serviços não só voltados para a produção de cerveja mas de agregação de valor através de atividades de marketing, financeiro, tributário e distribuição, de forma a desenvolver caminhos para que as ciganas possam crescer e competir.

Além das marcas que terceirizam produção, a fábrica a Startup possui marcas própria com identidade independente que compõem seu volume de produção, sendo ela a cerveja Unicorn e a UX Brew.


Leia mais: Cervejaria ciganas do RJ investem em taproom containers


A Unicorn é a marca com receitas mais clássicas (Lager, Wit, IPA e Stout) que têm como missão entregar cervejas de qualidade com preço competitivo, com suas latas de 473 ml custam próximo de 20 reais no ponto de venda.

Já UX Brew apresenta um conjunto de cervejas mais complexas e uma faixa de preços acima da Unicorn, com receitas mais complexas com a missão de oferecer para o público experiências mais singulares.

Nessa estratégia de portfólio a Startup se mantém como uma casa de marcas onde seus produtos buscam posicionamentos de forma independente para diferentes públicos alvos gerando complementaridade entre os segmentos e maior flexibilidade na exploração de seus conceitos.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas