Wooden board empty table top on of blurred background. Perspective brown wood table over blur in coffee shop background - can be used mock up for montage products display or design key visual layout.

A Cervejaria Seasons, uma das mais famosas do RS, se junta a Schornstein e Leuven na CBCA e ampliará sua distribuição pelo Brasil

A Companhia Brasileira de Cerveja Artesanal, formada em 2019 pela união entre as cervejarias Leuven e Schornstein acaba de anunciar a fusão com a cervejaria Seasons de Porto Alegre (RS).

A cervejaria Seasons é uma das mais icônicas da capital gaúcha, tendo contribuído a nível nacional para aceleração tanto em inovação de produtos quanto em posicionamento de marca no mercado de cerveja artesanal brasileiro.

A CBCA tem como meta dar capilaridade, otimização de operações e produção descentralizada para suas cervejarias, impulsionando marcas regionais para maior participação num cenário nacional.

Inicialmente a CBCA anunciou intensões de que a próxima cervejaria a ser incorporada no grupo seria alguma presente na região nordeste, para uma expansão na direção de outras regiões além do sul e sudeste. Porém, apesar do surpreendente anúncio da inclusão da cervejaria Seasons, foi revelado que as negociações entre as partes já haviam se iniciado em novembro de 2019.


Leia mais:

Infográfico: Principais fusões e aquisições do mercado de cerveja no mundo em 2019


Leuven capta R$ 5 milhões na maior rodada de crowdfunding do Brasil


A Seasons que possui produção média de aproximadamente 20 mil litros por nês, inaugurada em 2010 deu início ao movimento de cervejarias no bairro de Anchieta, atualmente um pólo que possui mais de uma dezena de fábricas na capital gaúcha

Com um portfólio com destaque em cervejas lupuladas, mas também inovador em outras características sensoriais, a Seasons irá adicionar ao portfólio da CBCA o seu nível mais direcionado a nichos de consumidores aficionados ao mercado de cerveja artesanal comumente chamados de beergeeks, ampliando também o posicionamento de marca com um player mais destacado por características de carisma e irreverência com seu público.

Com a fusão é provável que cervejas da Seasons comecem a ganhar espaço em novos canais comerciais como redes de varejo de maior porte fora do Rio Grande do Sul, fruto de agregação ao portfólio de distribuição da CBCA juntamente com a possibilidade de produção descentralizada.

Leonardo Sewald, fundador da Seasons, comenta que o grande objetivo da marca sempre foi a inovação em toda a sua amplitude, seja no processo, produto ou gestão:

“Cada vez mais, entendo que o mercado precisa se transformar para crescer. A proposta da CBCA, de estabelecer um padrão de gestão mantendo o propósito e os valores essenciais de cada marca, chamou nossa atenção desde o início. Acreditamos no profissionalismo que nos tornará capaz de perpetuar a Seasons, trazendo uma perspectiva de longo prazo ainda maior”, comenta. A cervejaria completa 10 anos em agosto deste ano. “Como empreendedor, entendo que olhar para o negócio desta forma traz ganhos para toda a cadeia.”


Leia mais:

Schornstein e Leuven concretizam fusão e criam a CBCA


Abracerva orienta cervejarias artesanais em relação a pandemia do Coronavírus


O CEO da CBCA, Gustavo Barrera, destaca a importância da entrada da Seasons:

“Nosso objetivo é unir o Brasil pela boa cerveja. Construção de uma arquitetura de portfólio bem desenhada, escala, distribuição e o mais importante, pessoas boas e empreendedoras. A CBCA é um projeto grande que ainda é, neste momento, uma empresa pequena. Para expansão, precisamos de gente capaz de nos ajudar a realizar nossos sonhos. A Seasons traz, além de uma marca incrível, um time com olhar para a inovação que contribuirá em todos os âmbitos do grupo.”

CBCA também realizou aquisição de distribuidora

Em março a CBCA assinou acordo de parceria e investimento conjunto em uma das maiores distribuidoras especializadas em cerveja artesanal de São Paulo (SP), a Fábrica 75. Com isso, a CBCA pretende expandir sua capacidade de distribuição no maior mercado consumidor de cervejas especiais do Brasil, aumentando a capilaridade de suas marcas, atualmente Schornstein, Leuven e Seasons. O acordo contempla investimentos na F75, de forma a tornar a distribuição ainda mais eficiente e trazer ganhos de escala.

Para a Fábrica 75, a oportunidade de ter um parceiro como a Companhia traz potencial de crescimento e robustez à distribuidora. “Nosso plano prevê crescimento acelerado com as marcas CBCA e mantendo também o portfólio de outras marcas existentes dentro da F75, nas regiões onde atuamos hoje e outras cidades potenciais onde as marcas ainda não tem presença nenhuma”, diz Cassiano Motta, proprietário da F75 e agora diretor de distribuição da CBCA. Cassiano diz ainda que juntos, pretendem investir em sistemas de gestão para desenhar um modelo de distribuição replicável e permitir um crescimento estruturado.

De acordo com Gustavo Barreira, a construção de uma arquitetura de portfólio, qualidade e distribuição são pilares estratégicos da CBCA. “Com esse passo, CBCA e F75 saem fortalecidas e iniciam a construção de um modelo replicável e com captura de sinergias, permitindo que cada vez mais os consumidores tenham acesso a produtos de qualidade”, finaliza.

A participação da Fábrica 75 aumenta de imediato em 10% o faturamento da CBCA, projetado em R$ 30 milhões em 2020.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas