Chapa Maturação vence eleições para a Abracerva

Publicidade
Associação que defende os interesse da cadeia das cerveja artesanal independente teve a chapa 2 Maturação como vitoriosa do pleito

A Abracerva – Associação que defende os interesses da cadeia da cerveja artesanal independente brasileira – tem um novo conselho eleito para o período até outubro de 2022.

Após eleição ocorrida por meios digitais na manhã desta quinta-feira (15/10) a chapa número 2 denominada Maturação foi a vitoriosa do processo eleitoral para dirigir a entidade.

Publicidade

O grupo vitorioso teve 72% dos votos dos presentes no processo eleitoral e terá a missão de unificar a base de associados da entidade e ampliar os avanços que a associação tem conquistado nos últimos anos, sendo estes fundamentais para promover um mercado de cerveja mais diversificado e que contemple uma legião de pequenos negócios que fazem parte de uma tendência que ocorre por todo o mundo.

Avanços promovidos por associações correlatas a Abracerva têm sido um componente fundamental para avanços econômicos focados em soluções locais relacionados ao mercado de cerveja.


Leia mais:

Infográfico: 1º primeiro Censo da Cervejarias Independentes do Brasil


Infográfico: Market Share da venda de cervejas no Brasil em 2019


Um grande exemplo dos resultados que estas associações são capazes de promover quando ligadas a trabalhos estratégicos de entidades públicas é a indústria cervejeira nos Estados Unidos ter sido o maior responsável por criação de empregos nos últimos dez anos quando analisados segmentos isolados da economia norte-americana.

Entre os objetivos apontados pela chapa vitoriosa para o conselho da Abracerva à Catalisi estão a continuidade de fortalecimento de trabalhos nas regionais, estratégias para geração de receita da entidade e o investimento na capacitação de forma continuada dos associados para que os mesmo consigam dar mais profissionalismo e sustentabilidade aos seus respectivos negócios e atuação profissional.

Entre as conquistas promovidas pela Abracerva nos últimos anos estão a possibilidade de inclusão das microcervejarias dentro do Simples Nacional, a alteração da regulação relativa ao padrão de identidade e qualidade da cerveja, a agilização de registros de novos rótulos de produtos no MAPA e a contribuição para a criação da Câmara Setorial da Cerveja que gerou um fórum para discussões com entidades do governo federal e outros participantes da cadeia da bebida.

Entre os próximos desafios que a Abracerva enfrentará estão os questionamentos relacionados a representatividade em diversos níveis que tem sido demandada por diferentes grupos na sociedade, a busca por influenciar o direcionamento da reforma tributária de forma a não impactar negativamente o setor e continuar sua rota de comunicação do valor da cerveja artesanal independente pelo país.

Os integrantes da chapa vencedora são:

Carolina Starret – Brewstone Pub, CE
Debora Lehnen – cervejaria Proa, BA
Elisabeth Bronzeri – advogada tributarista, SP
Érica Barbosa – Marketing Cervejeiro, RJ
Gabriela Flemming – cervejaria Fermi, SC
Gilberto Tarantino – cervejaria Tarantino, SP
Jayro Pinto – beer sommelier, SP (tesoureiro)
Junior Bottura – cervejaria Avós, SP
Leandro Sequelle – cervejaria Graja, SP
Marcelo Paixão – cervejaria Verace, MG (presidente do Conselho)
Nadhine França – atual presidente interina da Abraceva, PE (presidente)
Rafael Leal – cervejaria Caatinga Rocks, AL
Rodolpho Tinini – cervejaria Black Print, MG
Ugo Todde – cervejaria Dumf, DF (secretário)

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas