Produção de álcool sanitizante se espalha em cervejarias pelo mundo

Onda de produção de álcool para auxílio no combate do Covid-19 se espalhas por grandes e pequenas cervejarias pelo mundo.

Produtores de cerveja de diferentes capacidades de produção estão investindo na produção de álcool sanitizante com o objetivo de auxiliar no combate da pandemia de coronavírus.

A britânica Brewdog anunciou a produção de álcool em gel na sua cervejaria/destilaria em Ellon, na Escócia. O sanitizante está sendo entregue em locais como hospitais e instituições de caridade. “Nossas equipes estão trabalhando o mais rápido possível para divulgar isso no mundo! Manteremos todos informados com atualizações” declara a empresa.

Os maiores produtores mundiais de cerveja e destilados, AB InBev e Diageo (produtor das marcas Smirnoff, Johnie Walker e Tanqueray) , anunciaram a doação de um milhão de litros de álcool sanitizante para as mãos.

A Diageo disse em um comunicado à imprensa que a empresa “fornecerá um álcool etílico de teor 96% usado principalmente na produção de vodka e gin – e o disponibilizará sem custo para entregar produtores de desinfetantes em vários países, para ajudar a superar a escassez de sistemas de saúde. Essa doação permitirá a produção de mais de oito milhões de garrafas de 250ml de desinfetante para as mãos. ” O plano inclui doações para sistemas nacionais de saúde e trabalhadores no Reino Unido, Irlanda, Itália, EUA, Brasil, Quênia, Índia e Austrália.


Leia mais:

Uma história ilustrada do mercado de cerveja artesanal nos EUA


Abracerva orienta cervejarias artesanais em relação a pandemia do Coronavírus


“Os profissionais de saúde estão na vanguarda da luta contra essa pandemia e estamos determinados a fazer o possível para ajudar a protegê-los”, disse Ivan Menezes , diretor executivo da Diageo. “Esta é a maneira mais rápida e eficaz de atender à crescente demanda de desinfetante para as mãos em todo o mundo”.

A AB InBev, a maior cervejaria do mundo, também anunciou ações de auxílio no combate a pandemia. “Convertemos o excesso de álcool de nossas cervejas sem álcool em 50.000 litros de sanitizante pronto para uso para doar para hospitais em toda a Europa. Também temos 26.000 garrafas de sanitizante para as mãos e uma seleção de cervejas sem álcool para distribuir nas próximas semanas para os principais trabalhadores que nos mantêm trabalhando ”, disse Bart Grieten , vice-presidente de Abastecimento Europa da AB InBev em uma mensagem no LinkedIn .

A  Ambev , subsidiária brasileira da AB InBev, afirmou em um comunicado que planeja entregar 5.000 frascos de gel desinfetante para todos os hospitais públicos de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, onde a maioria dos casos de coronavírus do país está concentrada.

Entre as microcervejarias brasileiras a Rasen Bier já havia anunciado produção de álcool em gel para auxílio de higienização e mais recentemente a cervejaria Louvada do Mato Grosso anunciou na semana passada a produção e doação de álcool 70% para instituições que necessitam do produto. “Em tempos como este, fazer a nossa parte é uma questão de honra. Estamos produzindo unidades de álcool que serão distribuídas gratuitamente a hospitais e instituições que precisam”. declarou a cervejaria.

Lar dos Idosos em Rondonópolis, enfermeira é investigada por ...
Álcool em gel produzido pela cervejaria Louvada.

Nos EUA uma série de cervejarias artesanais já anunciaram a produção de sanitizantes que entre outros, incluem a Dogfish Head Brewery de Milton, Delaware, Yellowhammer Brewing de Huntsville, Alabama; 3 Daughters Brewing de São Petersburgo, Flórida, por exemplo.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas