Three Monkeys é a primeira artesanal brasileira a investir em Hard Seltzers

A carioca Three Monkeys se torna a primeira cervejaria artesanal brasileira a investir na categoria de Hard Seltzers com o lançamento de Hintz.

Texto com colaboração de João Pedro Peçanha.

A cervejaria Three Monkeys do Rio de Janeiro se tornou a primeira artesanal brasileira a investir em Hard Seltzers, tipo de bebida que teve crescimento avassalador nos EUA no último verão e agora inicia uma jornada de chegada em outros mercados pelo mundo, conforme publicou recentemente a Catalisi.

De forma simples, a Hard Seltzer é uma água com gás alcoólica e saborizada com a utilização de frutas. A bebida têm tido apelo vitorioso nos EUA com um público amplo em ocasiões de consumo casual ao mesclar sofisticação visual, conveniência das latas, baixas calorias e ausência de glúten.

Publicidade

Após quase 1 ano de pesquisa, a Three Monkeys decidiu ousar ao produzir as suas primeiras hard seltzer, que serão lançadas no dia 15/02, no evento BFF20 que comemora os 6 anos da cervejaria.

“Entre a gente conhecer, curtir o produto e começarmos a produzir tomou um pouco menos de um ano. Quando decidimos fazer algo que pode gerar um valor agregado forte nós tomamos a decisão muito rápido e corremos atrás” declarou Léo Gil um dos sócios fundadores da Three Monkeys.


Leia mais:

Ex-executivo da AB InBev lança empresa de drinks em lata


Como começa uma cervejaria cigana – Ballena Brewery


No Brasil a produção de Hard Seltzer já recebeu iniciativas da marca independente Jovi do sul do país e mais recentemente da gigante Ambev que trouxe sua marca internacional Mike’s Sparkling Water e criou outra inteiramente nova chamada de Isla que se encontra a venda no e-commerce da multinacional Empório da Cerveja.

Nesse contexto, a Three Monkeys é a primeira cervejaria artesanal do Brasil a embarcar na categoria, algo que nos EUA já ocorreu com nomes como Oskar Blues e Harpoon Brewery. Mesmo que até então só tenham produzido cervejas, eles se enxergam como uma empresa de bebidas e que não quer se limitar apenas a um produto.

Essa ótica traz consigo a diretriz de quebrar barreiras que a empresa carrega, abrindo novos caminhos para a indústria de bebidas alcoólicas artesanais ao se tornar o primeiro player do mercado a realizar esse movimento.

Three Monkeys enxerga potencial das Hard Seltzer no Brasil

Durante o processo de decisão da produção do produto, uma série de testes de aceitação de sabor com pessoas próximas, pouco ligadas ao consumo de cerveja, conferiram a Three Monkeys a certeza do investimento.

“É uma bebida com alto potencial de venda no Brasil que é um lugar que é verão o ano inteiro e ela é uma bebida refrescante, leve, com uma pegada fit. Conceitualmente ela tem muito potencial no país” comenta Léo.

A Hintz apresenta 4 versões: FRESH que leva melancia, gengibre e limão, BERRIES, um mix de morango, amora e framboesa; TROPICAL, misturando abacaxi, maracujá e coco e CITRUS, com grapefruit, limão e tangerina.

O design das latas ficou a cargo do designer Gabriel Rocha, que é também um dos cervejeiros da Three Monkeys. A ideia foi materializar uma estética minimalista, que fosse ao mesmo tempo chamativa e divertida, ligando o degradê de cores em forma de pontilhados aos sabores oferecidos.

O nome Hintz veio de um jogo linguístico com a palavra Hard Seltzer, focando na tônica do H e do Z, a Three Monkeys quis mostrar que sua bebida dá uma dica, uma pista, um ponto do que contém a bebida, visto que “hint” é a palavra em inglês para dica.

Léo conclui comentando como o lançamento da linha de Hard Seltzers está alinhado com os valores da marca Three Monkeys. “Nós temos como missão quebrar barreiras, então buscamos sempre fazer diferente”.

A Hintz será lançada nas torneiras do BFF20 (festa que contará com mais de 50 cervejarias nacionais e internacionais), dia 15/02 e posteriormente iniciará sua distribuição com os PDVs parceiros.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

João Pedro Peçanha é graduando em psicologia pela UFRJ

Sommelier de cervejas e mestre em estilos

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas