Ambev cresceu volume de vendas 25% A/A no Brasil no terceiro trimestre 2020

Foto: Divulgação

Publicidade
Crescimento de volume de vendas da Ambev no terceiro trimestre 2020 demonstrou o sucesso do seu reposicionamento de canais de vendas no Brasil

O resultado trimestral publicado pela Ambev na última quinta-feira (29/10) surpreendeu positivamente analistas de mercado dado o crescimento de volume tanto no volume de vendas quanto na receita líquida da empresa frente ao mesmo período de 2019.

A Ambev atua no mercado de diferentes bebidas em três regiões diferentes, sendo elas América Latina Sul (LAS), América Central e Caribe (CAC) e Canadá. A melhora de resultados da empresa ocorreu em 7 dos 10 principais mercados dessas regiões onde o Brasil se destacou positivamente mais em especial no mercado de cerveja.

Continua após a Publicidade

A empresa destacou a importância dos investimentos em inovação, flexibilidade operacional e comercial para promover o reposicionamento necessário, dado a mudanças ocorridas no mercado de cerveja nos últimos meses

Os países com maio representatividade de vendas nos canais de off trade apresentaram performance mais positiva, já países com renda mais baixa ainda enfrentam restrições para recuperação.


Leia mais:

Ball anuncia nova fábrica de latas de R$ 500 milhões no Brasil


Infográfico: Market Share da venda de cervejas no Brasil em 2019


Especificamente no Brasil, a conjuntura de acontecimentos ligados principalmente a pandemia parece ter sido melhor aproveitada pela Ambev do que suas maiores concorrentes no mercado brasileiro de cervejas, o que indica um ganho de participação em vendas entre julho e setembro no cenário nacional

Crescimento no terceiro trimestre no Brasil foi pautado nas categorias de cervejas premium

A Ambev teve aumento de volume de vendas de 25,4% no terceiro trimestre de 2020 quando comparado contra igual período do ano passado. O volume reportado pela empresa foi de 21,847 milhões de hectolitros.

Como um dos grandes responsáveis de seus resultados no terceiro trimestre, a empresa destacou seu investimento em inovação como elemento fundamental de sua estratégia comercial o que está levando ela de encontro a tendências de consumo que estão sendo aceleradas na dinâmica atual.

Nesse aspecto, a empresa mencionou a aceleração do aplicativo Zé Delivery que agora se encontra presente em todos os estados do Brasil e está alinhado com a estratégia da empresa de oferecer maior conveniência para os consumidores enquanto gera novas oportunidades para distribuidores e pontos de venda se integrarem a cadeia digital da multinacional.

No sentido de inovação de produto um dos sucessos apresentado pela Ambev foi a expansão da Brahma Duplo Malte que rapidamente está se tornando um produto chave dentro de seu portfólio, num segmento que a empresa denomina como core plus, e onde ela enxerga espaço para a introdução de mais uma marca.

No segmento premium a Ambev destacou crescimento de dois dígitos no volume de vendas de suas marcas globais (Corona, Beck’s, Stella Artois e Budweiser). Esse resultado especificamente pode estar ligado tanto a ampliação do segmento, que é o que mais cresce no país quanto a migração de consumidores de outras marcas já que a Ambev postergou seu reajuste de preços devido a subida do dólar, o que lhe deu vantagens neste sentido.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Publicidade
Publicidade

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação Tecnológica pela EQ/UFRJ e analista do mercado de cervejas.