Topo Chico: Coca-Cola escolhe o Brasil para o lançamento de sua marca de Hard Seltzer

topo chico
Publicidade
A marca de Hard Seltzer Topo Chico, anunciada pela Coca-Cola, tem o Brasil como destino de seu primeiro lançamento mundial

A Topo Chico, uma marca de Hard Seltzer criada há pouco tempo pela Coca Cola, conforme previsto anteriormente pela Catalisi ganha o Brasil como um de seus destinos de lançamento, porém, de forma surpreendente, o país se torna o primeiro lugar do mundo a receber a bebida.

O ano de 2020 tem marcado o início da pulverização do mercado de Hard Seltzer, uma bebida alcoólica semelhante á uma água gaseificada saborizada, pelo mundo e isto tem tido um impacto importante no mercado de cerveja, pois uma série de fabricantes, desde grandes multinacionais até pequenas cervejarias artesanais, tem decidido explorar oportunidades existentes neste produto.

Publicidade

O fenômeno se expandiu de tal forma que a gigante Coca-Cola anunciou em julho a sua entrada no segmento, marcando um movimento de investimento no mercado de bebidas alcóolicas, algo pouquíssimo comum para a multinacional focada em refrigerantes.

A Topo Chico Hard Seltzer amplia o portfólio de bebidas alcoólicas da Coca-Cola no Brasil. Em 2019 a empresa lançou a Schweppes Premium Drinks para explorar o mercado de drinks prontos (outra tendência mundial que têm chegado gradualmente por aqui), em três sabores Vodca & Citrus, Striptz e Gin Tônica.


Leia mais:


Fenômeno do Hard Seltzer começa a despontar fora dos Estados Unidos



Three Monkeys é a primeira cervejaria artesanal brasileira a investir em Hard Seltzers


O Brasil será utilizado como um mercado teste para o lançamento do produto nos Estados Unidos, país onde o segmento cresceu forma meteórica nos últimos anos e tem se tornado cada vez mais competitivo, mantendo o ritmo inclusive em 2020.

As ações de lançamento da Topo Chico terão foco em campanhas digitais e ações nos pontos de venda.  “Além de mostrar a novidade, precisamos falar da categoria e mostrar porque o produto faz sentido para o consumidor.”, afirma Renato Shiratsu, diretor de Integrated Brand Experience e Bebidas Premium da Coca-Cola Brasil. 

O executivo acredita no potencial do segmento no Brasil e enxerga que ele se encaixa dentro dos desejos do público. “O consumidor vem pedindo algo diferente. Vamos aprender com eles, para levarmos a novidade para o resto do Brasil e outros mercados. A oportunidade é enorme, com ocasiões de consumo muito amplas.”, declara Renato. 

Nos EUA a categoria cresceu 127% em bases anuais até junho de 2020 de acordo com a empresa de pesquisa de mercado Nielsen. O segmento se mostrou o mais resiliente dentro do mercado de bebidas alcoólicas ao se adaptar ao hábitos do consumidor dentro dos canais de off-trade durante a pandemia, oferecendo uma opção alcoólica de baixas calorias e visual sofisticado que tem confirmado seu apelo com grande parte do público.

“Foram 2 meses de um trabalho intenso, muitas reuniões, alinhamentos com clientes e planejamentos. Com muita dedicação e team work conseguimos em menos de 2 meses trazer mais um produto inovador para o mercado Brasileiro, com o primeiro ponto de venda ativado do mundo no dia 22 de setembro!” declarou a gerente de inovação da Coca-Cola Brasil, Mariana Burdman, sobre o processo de lançamento da Topo Chico no Linkedin.

O mercado de Hard Seltzer pelo mundo tem uma parcela significativa de marcas relacionadas a fabricantes de cerveja como AB InBev, Heineken, Brewdog, Boston Beer, e Molson Coors (esta última será responsável pela produção e distribuição da Topo Chico nos EUA), apesar disso a líder em vendas do mercado americano é a marca independente White Claw.

No Brasil, o mercado de Hard Seltzer é bastante novo e tem apresentado seus primeiros players nos últimos anos iniciado em 2017 com a marca independente Jovi e mais recentemente a entrada da marca Isla da Ambev, a marca Hintz da cervejaria artesanal carioca Three Monkeys, a marca mineira Lambe Lambe e agora a entrada de peso da Coca-Cola para movimentar o cenário.

Receba semanalmente o melhor conteúdo sobre o mercado de cerveja

Sobre o autor

Felipe Freitas é engenheiro químico, mestre em Gestão da Inovação pela EQ/UFRJ
Sommelier e especialista em marketing de cervejas